WhatsApp

Unicef cria podcast para ensinar cultura afro-brasileira - A verdade online

Brasil

20/11/2020 às 10h52 - Atualizada em 20/11/2020 às 10h52

Unicef cria podcast para ensinar cultura afro-brasileira

Dorivaldo
Andradina - SP
FONTE: Agencia Brasil

Em tempo de pandemia, de escolas fechadas e de ensino remoto, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) criou o podcast para que conteúdos didáticos sobre a história e cultura afro-brasileira continuem disponíveis para alunos do ensino infantil e do ensino fundamental (3 a 8 anos), professores e até familiares.



O material é gratuito, está disponível para todo o país e também pode ser veiculado livremente por emissoras de rádio, sejam públicas, comerciais ou comunitárias. Está disponível no YouTube, no Spotify e no próprio site da agência da ONU.



Até o final deste ano, 50 episódios contarão histórias, tocarão músicas e farão muitas brincadeiras para que crianças conheçam e possam expandir seus repertórios incluindo conhecimento sobre a cultura afro-brasileira e a cultura africana.



Os conteúdos dos podcasts estão previstos nas Diretrizes Nacionais da Educação Infantil e na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) da Educação Infantil. Todo material “oportuniza o contato com outras narrativas não euro-centradas”, defende a educadora Mafuane Oliveira, uma das cinco roteiristas responsáveis pelo programa a respeito da cultura afro-brasileira.



Educação contra o racismo



Como explica Mafuane, o programa leva as crianças a aprenderem ludicamente a história e a cultura do Brasil no momento que iniciam a formação escolar e têm as primeiras vivências sociais fora dos grupos primários de referência, como a família. Nessa fase, “as crianças são como esponjas”, observam desigualdade racial no seu contexto e percebem a associação de papéis sociais e fenótipos.



Para a oficial de educação do Unicef, Julia Ribeiro, a educação pode contribuir para diminuir o racismo e fortalecer identidades. A audição de histórias sobre a cultura afro-brasileira “é uma oportunidade para as crianças negras se sentirem representadas e também para as crianças não negras verem seus colegas ocupando esse espaço.”



Julia assinala a importância do rádio no Brasil como meio de comunicação mais acessível à população e de fácil disseminação de conteúdos educativos. “O rádio é efetivamente o meio que vai chegar a todos, inclusive às crianças que estão mais distantes.”



Ela assinala que os programas são um recurso que poderá ser usado “por longo tempo”, por professores durante e depois da pandemia, mas também poderá ser apropriado pelas famílias. “O que a gente quer é que as crianças tenham acesso a um material de qualidade, que contribua para aprendizagem mais criativa.”



Além dos episódios sobre a cultura afro-brasileira, o Unicef produziu 96 programas voltados à alfabetização nos anos iniciais do ensino fundamental e deverá finalizar ainda este ano 48 episódios sobre a cultura amazônica e os saberes da região, com histórias de indígenas, ribeirinhas e quilombolas.


ESTA MATÉRIA FOI VISTA 41 VEZES

Comentários

Veja também

nenhuma Enquete encontrada!

Publicidade

Publicidade

COC-Sie-Red

Publicidade

Corona-site

Publicidade

Pilates
gif ok

Publicidade

Pref-Andradina

Publicidade

Publicidade

MAIS LIDAS DO MÊS
  1. Batida entre Fiesta e moto mata balconista de 25 anos em Andradina
  2. Polícia encontra homem morto dentro de carro em bairro
  3. João Dória pede reunião com Mário Celso para conhecer Masterplan de Andradina
  4. Apenas quatro vereadores são reeleitos em Andradina
  5. O prefeito eleito de Andradina, Mário Celso Lopes recebeu um convite pessoal do Governador do Estado de São Paulo, João Dória para apresentar o seu “masterplan” para o desenvolvimento da cidade ainda este ano. O convite aconteceu durante ligação do Governador pra o escritório de Mário na manhã desta terça-feira (18). Considerado uma inovação para o Estado, João Dória quer conhecer o Masterplan de Andradina para que a experiência de planejamento do empresário possa inspirar outros municípios do Estado. O Masterplan idealizado para Andradina foi o ponto forte da campanha vitoriosa de Mário Celso com quase 80% dos votos válido. Ele coleciona iniciativas que unem governo, setor privado e a administração municipal, para dar a largada a uma nova fase de desenvolvimento humano, urbano e econômico para Andradina. Com ações detalhadas de saídas para todos os setores, o plano de Mário Celso aponta para saídas concretas de fomento da economia, solução para expansões urbanas, fomento de novas atividades econômicas para o campo e para a cidade, e ainda apresenta um potencial real para vencer antigos tabus da cidade, como um contorno ferroviário e impulsionar a cidade para um novo tempo de tecnologia, por exemplo, exploração da atividade de geração de energia fotovoltaica. “A ideia de um administrador que faça tão somente o papel de zelador da cidade deve ser abandonada. Devemos deixar essa postura de cuidador de ruas e replicador de ações para o passado, e nunca olhar para traz. É urgente a necessidade de planejar o futuro, pelos próximos 100 anos e nunca perder de vista esse novo rumo que atravessará as gerações longe dos interesses pessoais que se apresenta como uma verdadeira e pesada âncora que impede que a cidade avance. Queremos uma Andradina exemplo para o mundo”, disse Mário Celso.
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados

Portal MD Hospeda