Eron
WhatsApp

18997636229

Andradina
Superintendente da OSS Santa Casa de Andradina, Sebastião Silva, se entrega à Polícia Civil - A verdade online

Polí­cia

18/02/2020 às 20h00 - Atualizada em 18/02/2020 às 20h00

Superintendente da OSS Santa Casa de Andradina, Sebastião Silva, se entrega à Polícia Civil

Dorivaldo
Andradina - SP
FONTE: Paparazzi News

O superintendente da Organização Social Santa Casa de Andradina, Sebastião Sergio da Silva, que tinha um Mandado de Prisão Temporária para ser cumprido pela Justiça de Fernandópolis, se entregou na noite de segunda-feira (17), à Polícia Civil e foi encaminhado a uma cela especial. Ele é o 13º alvo suspeito detido na operação que investiga fraudes na administração da Santa Casa de Fernandópolis e Andradina.



Ao todo, nove pessoas foram presas na manhã do mesmo dia, outras três se apresentaram à delegacia com seus advogados. De quatorze mandados de prisão expedidos, treze foram cumpridos, apenas uma pessoa que não teve a identidade revelada está foragida.



Durante a operação os agentes cumpriram mandados em pelo menos três cidades (Fernandopolis, Araçatuba e Andradina), computadores, documentos, aparelhos e dinheiro foram apreendidos.



Em Fernandópolis, equipes estiveram na casa e escritório de suspeitos. Eles também foram na sede da Secretaria de Recursos Humanos da prefeitura, onde um dos investigados trabalha, no Ambulatório Médico de Especialidades (AME) e no Instituto de Reabilitação Lucy Montoro.



Entre os presos, estão conselheiros da atual administração da Santa Casa de Fernandópolis e o ex-deputado Gilmar Gimenes, que foi levado para a sede da Delegacia Seccional de Fernandópolis (SP).



O advogado de defesa do ex-deputado confirmou que a prisão dele é temporária, inicialmente de cinco dias, e negou o envolvimento do cliente com qualquer tipo de irregularidade.



“Eles estão levando a coisa de uma maneira que está resvalando em uma sujeira que não vai ser descoberta porque não existe”, diz Ricardo Franco.



As prisões e apreensões fazem parte da segunda operação comandada pela Polícia Civil nos últimos meses envolvendo a Organização Social de Saúde (OSS) responsável por administrar a Santa Casa de Fernandópolis.



Em julho do ano passado, diversos documentos do hospital foram apreendidos. A suspeita é de possíveis irregularidades em transações financeiras e desvio de recursos.



Andradina



Em Andradina, foram expedidos cinco mandados de prisão e sete de busca e apreensão na cidade. Os alvos da polícia foram casas e escritórios de pessoas ligadas à OSS, além da própria Santa Casa do município, onde foram recolhidos vários documentos.



Um dos mandados expedidos pela Justiça era contra o presidente da OSS Fabio Obice, que foi levado para Delegacia Seccional da cidade. Policiais estiveram na casa dele, onde foram encontrados R$ 35 mil, e no escritório de advocacia.



Um segundo homem também foi detido e levado para a delegacia porque policiais encontraram um revólver calibre 32 na casa onde mora. Ele foi preso em flagrante por posse irregular de arma de fogo.



ABORTO E HOMICÍDIO



A reportagem apurou que o grupo é investigado por formação de quadrilha, peculato, falsidade ideológica, fraude em licitação, homicídio doloso e aborto. Os pacientes que faleceram em decorrência de algum procedimento cirúrgico ou falta de medicamento tanto nas Santas Casas de Andradina e Fernandópolis estão sendo apurados.



 



 


ESTA MATÉRIA FOI VISTA 2062 VEZES

Comentários

Veja também

Você concorda com o Presidente Bolsonaro que nem todos precisam ficar em casa?

Sim (81.2%)
Não (18.8%)

Publicidade

COC-Sie-Red

Publicidade

Publicidade

Massagem
gif ok

Publicidade

Publicidade

Publicidade

2020-Brenda

Publicidade

© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados

Portal MD Hospeda