WhatsApp

Vizinho disse ter ouvido os tiros no apartamento de delegado baleado - A verdade online

Polí­cia

21/05/2020 às 09h35 - Atualizada em 21/05/2020 às 09h35

Vizinho disse ter ouvido os tiros no apartamento de delegado baleado

Dorivaldo
Andradina - SP
FONTE: Hoje+ Araçatuba

A Corregedoria da Polícia Civil vai investigar as circunstâncias da tentativa de homicídio contra o delegado de Polícia Paulo Francisco Muniz Bilynskyj, 33 anos, ocorrida na manhã desta quarta-feira (20), no apartamento dele, em São Bernardo do Campo (SP).



O policial civil, que trabalhou em Guararapes e prestava plantão em Araçatuba, atualmente está lotado no 101.º Distrito Policial de São Paulo.



A namorada dele, a modelo Priscila Delgado de Bairros, 27 anos, morreu. O caso foi registrado como tentativa de homicídio seguida de suicídio consumado.



Segundo a polícia, exame residuográfico apontou a presença de pólvora na mão da jovem. Várias armas e munições foram apreendidas no apartamento do delegado, que é instrutor de tiro.



A única testemunha arrolada pela polícia inicialmente é um vizinho de Bilynskyj, que relatou ter ouvido ao menos cinco disparos de arma de fogo. Ele contou ainda que o delegado bateu na porta do apartamento dele pedindo ajuda, mas ficou com receio de abrir e chamou a polícia.



Crime



O vizinho contou à polícia que acordou por volta das 8h30 com disparos de arma de fogo e imaginou que, pelo barulho, o avô dele pudesse ter sofrido uma queda. Ele foi ao quarto do idoso e, como não havia nada de anormal, deduziu que realmente tiros foram disparados no apartamento do delegado.



Ainda de acordo com ele, foram ouvidos cinco disparos e ele reconheceu a voz de Bilynskyj dizendo: “Não! Não!” .



A testemunha relatou que imediatamente acionou a Polícia Militar e voltou para o quarto do avô, onde estava quando o delegado bateu na porta do apartamento pedindo ajuda. Com medo, ele não abriu e em seguida ouviu o barulho de viaturas chegando ao local.



O vizinho disse que não tinha conhecimento do relacionamento da modelo com Bilynskyj e que nunca a teria visto no apartamento do vizinho. Também declarou não ter ouvido qualquer discussão antes dos disparos, nem mesmo no dia anterior.



Ferido



Um dos policiais que atendeu a ocorrência relatou que após ser comunicado sobre disparos de arma de fogo, foi até o condomínio de apartamentos e falou com o porteiro, que impediu a entrada, alegando desconhecer o chamado.



Enquanto os policiais falavam com a sede, o porteiro lhes chamou a atenção, informando que um dos moradores estava caído no elevador e pedia socorro.



Quando os policiais entraram no condomínio, encontraram o delegado baleado. Apesar dos ferimentos, ele estava consciente e disse que a namorada dele teria tentado matá-lo  e que ela estava com uma arma dentro do apartamento.



Socorro



Um dos policiais foi ao Hospital Green Line ABC, que fica na frente do condomínio, e pediu socorro, que inicialmente teria sido negado, sob alegação de que havia outro paciente em atendimento. Bilynskyj só teria sido atendido quando o policial informou que tratava-se de um policial ferido por disparo de arma de fogo.



O próprio policial e uma médica foram ao condomínio e colocaram a vítima em uma maca, na qual o paciente foi levado até o hospital.





Priscila Delgado morreu com um tiro no peito (Foto: Reprodução)



Modelo



Após prestar socorro ao delegado, os policiais foram ao apartamento dele. A porta da entrada de serviço foi arrombada e Priscila foi encontrada com um tiro no peito.



Ela apresentava sinais vitais, mas estava inconsciente e foi levada ao mesmo hospital, onde morreu.



Segundo a polícia, perto dela havia uma faca de cozinha e na sala do apartamento, uma carabina CTT 40 sobre um sofá. Havia sangue por todo o imóvel e em uma das paredes, marcas de tiro.



A perícia foi acionada e recolheu oito estojos de munição e uma pistola Glock 9 milímetros, que tinha um carregador municiado ao lado.



O delegado do 1.º Distrito Policial de São Bernardo do Campo também esteve no apartamento, que estava com a porta da sala aberta e havia sangue no painel de comando do elevador.



Investigação



Foi coletado material de DNA no gatilho da pistola Glock que foi encontrada em meio aos vestígios de sangue e a viatura que estava com o delegado, estacionada na frente do hospital, foi periciada.



Foram encontradas outras armas de fogo na cama de um dos quartos, junto com grande quantidade de munições, as quais também foram apreendidas, junto com os celulares e dos envolvidos para perícia.



Um delegado da Divisão Operacional da Corregedoria da Polícia Civil acompanhou o registro da ocorrência e deve instaurar procedimento disciplinar para investigar o caso.



O delegado baleado gravou um vídeo quando estava no hospital, confirmando que teria sido baleado pela namorada. Não há informações sobre o estado de saúde dele.   





Última foto postada pela modelo Priscila no Instagran (Foto: Reprodução)



Delegado foi absolvido após ser acusado de forjar flagrante



Quando trabalhava em Guararapes, o delegado Paulo Bilynskyj foi afastado da função temporariamente, durante investigação após denúncia de que ele teria forjado um flagrante.



A investigação foi conduzida pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) - órgão do Ministério Público de Araçatuba. O caso aconteceu em setembro de 2013 e ele foi absolvido em janeiro de 2016, em decisão do juiz da 2ª Vara do Fórum de Guararapes, Mateus Moreira Siketo.



O delegado e quatro policiais militares foram denunciados por falsidade ideológica e por forjar flagrante de crime contra pessoa inocente.



Esses policiais teriam distorcido os fatos para livrar o delegado da responsabilidade do conserto da viatura que se acidentou durante a perseguição de um suspeito de tráfico de drogas e tentativa de homicídio.


ESTA MATÉRIA FOI VISTA 110 VEZES

Comentários

Veja também

VOCÊ ACHA QUE JÁ CHEGOU A HORA DE REABRIR O COMÉRCIO?

SIM (65.2%)
NÃO (34.8%)

Publicidade

COC-Sie-Red

Publicidade

Curta-jornal-A-VERDADE-Site

Publicidade

Massagem
gif ok

Publicidade

Publicidade

Publicidade

2020-Brenda

Publicidade

© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados

Portal MD Hospeda